sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Testemunho do Meu Avô Ancião Luiz Antonio Gonçalves

Testemunho ocorrido com o meu avô ancião Luiz Antonio Gonçalves. Ele sofreu um atentado à sua vida e nenhum tiro o acertou. O relato é de minha avó.



"...Quando ele chegou, deu de frente com o homem; pensou "se viro para ir ao Jaçanã fico de costas para ele; se viro para ir para Santana fico de frente"; o Senhor falou em seu coração: "vire para a frente"; então ele ficou à distância de um metro e meio dele, o inimigo em forma de homem. Então aquele homem começou a falar palavrões terríveis e puxou uma arma e, disparando contra o corpo do servo de Deus; os empregados começaram a gritar e o irmão, à medida que ele atirava, foi se abaixando; o homem pensava que estava acertando e, chegando mais perto, encostou a arma na cabeça dele e ele clamou:

- "Senhor, tanto que quero te servir e vou morrer na mão desse pecador?"

Nesse instante ele apertou o gatilho e o tiro não saiu; virou a arma para o alto e falando um palavrão o tiro saiu para cima; nesse instante o irmão Luiz Antonio estava quase no chão como se protegendo; levantou-se e foi para dentro do local de serviço e ele (o homem) ainda pelas costas deu o último tiro..."

Sob o Olhar de Deus - Crônicas de Odete M. Eliza Gonçalves - ano 2002

2 comentários:

Anônimo disse...

A Paz de De Deus seu avô ainda está vivo qual a congregação que ele atende

Abner B Gonçalves disse...

amém... infelizmente ele morreu no final dos anos 70...