quarta-feira, 23 de março de 2011

Marajás da Fé

“Preciso de mil pessoas doando mil reais por mês cada uma para pagar o programa de televisão X, para continuar levando a palavra de Deus a todos.  Faça um propósito com Deus, se você for um parceiro nesta causa farei uma oração especial para que Ele possa mexer naquela parte da sua vida que está travada, não anda”. 



Mat 10:8 - Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.”

Taí, este verso da bíblia já seria o suficiente para não haver mais nenhuma discussão aqui.

Mas, vejo tantos discursos e “pedição” de dinheiro por parte de muitas igrejas, grupos religiosos, ministérios, etc. que me sinto no dever de dar minha opinião.

Não pretendo discutir se o dízimo é ou não correto, não quero tratar deste assunto aqui nesta postagem.  Quem sabe um dia.

Os evangélicos sempre criticaram a igreja católica pelos erros do passado, onde se vendiam terrenos no céu, e outras coisas materiais em troca da remissão do pecado e, hoje fazem muito pior.

Muitos pastores e igrejas se utilizam de discursos inflamados e palavras emocionadas, mexem no psicológico das pessoas dizendo que para que tenhamos bênçãos temos de ajudar na campanha tal, na coleta x, etc. etc. 

Desculpem-me, mas, acho isto um absurdo, um crime contra a fé das pessoas.  Muitas são humildes, pouco ganham e acabam depositando suas minguadas economias nos cofres destes abutres.

Uma coisa é um líder evangélico pedir dinheiro para fins de manutenção, obras sociais, administração, compra e construção de novos templos, etc.  Outra é enganar o povo usando a fé e Deus como meios de se obter dinheiro para si próprio.

Mesmo porque, muitas vezes não se sabe para onde vai o dinheiro, não existe transparência, lisura, não há comprovação de destino.

O que se vê bastante por ai são pastores, bispos, ministros etc. com uma vida muito confortável, andando em carrões, morando em mansões, constantes viagens ao exterior e outros tantos privilégios.  São os MARAJÁS da fé.

Aquela personagem do Chico Anysio, o Tim Tones continua cada vez mais atual.  Incrível como não aprendemos nada!

Gente acorde!! Deus não precisa do nosso dinheiro, ele não precisa de nada que é material.  Ele quer nosso coração, nossa fé e que sejamos tementes Nele para nos abençoar.  Só isto, simples assim.


Abner B Gonçalves

Nenhum comentário: